Pedaços de café da manhã


tamanho (cm): 50 x 70
Preço:
Preço de venda€189,95 EUR

Descrição

A pintura de peças de café da manhã de Pieter Claesz é uma obra-prima do século XVII que cativou os amantes da arte por séculos. Esta obra é um exemplo perfeito do estilo artístico conhecido como natureza morta, que se caracteriza pela representação de objetos inanimados em um ambiente estático.

A composição da pintura é impressionante. Claesz organizou cuidadosamente os objetos sobre a mesa para criar uma sensação de profundidade e realismo. O espectador pode ver claramente o prato de frutas, o copo de vinho e o jarro de prata, bem como a caixa de madeira esculpida e a faca afiada.

A cor nesta pintura é notável. Claesz usou uma paleta de cores quentes e terrosas para criar uma atmosfera acolhedora e caseira. Os tons dourados e marrons das frutas e da jarra contrastam com o fundo escuro, fazendo com que os objetos se destaquem ainda mais.

A história da pintura é fascinante. Foi criado em 1645, durante o auge da arte holandesa do século XVII. Esta época era conhecida por sua riqueza e prosperidade, o que se reflete na opulência dos objetos retratados na pintura.

Um dos aspectos pouco conhecidos desta pintura é que Claesz era um mestre em renderizar luz e sombra. A luz da janela ilumina os objetos sobre a mesa e cria sombras detalhadas na parede atrás deles.

Em suma, a pintura Breakfast-piece de Pieter Claesz é uma obra-prima da arte holandesa do século XVII. A sua impressionante composição, a sua paleta de cores quentes e a sua capacidade de representar a luz e a sombra fazem dela uma das obras mais impressionantes do seu tempo.

Visualizado recentemente