alegoria da pintura


tamanho (cm): 45x55
Preço:
Preço de venda€157,95 EUR

Descrição

A Alegoria da Pintura de François Boucher é uma obra-prima do rococó francês, conhecida por sua elegância, sensualidade e refinamento. A obra, com tamanho original de 102 x 130 cm, foi pintada em 1765 e representa uma musa da pintura, Clio, cercada de instrumentos e símbolos de sua arte.

A composição da pintura é muito equilibrada e harmoniosa, com uma disposição simétrica dos elementos e grande atenção aos detalhes. A figura de Clio, com seu vestido esvoaçante e sua pose elegante, é o centro das atenções da obra, enquanto os instrumentos de pintura, como o cavalete, o pincel e a paleta, se distribuem de forma ordenada ao seu redor.

O colorido da pintura é muito delicado e suave, com tons pastel e hábil uso de luz e sombra para criar efeitos de profundidade e volume. A paleta de Boucher é muito refinada e elegante, com tons suaves de rosa, azul, amarelo e verde se misturando harmoniosamente na obra.

A história da pintura é interessante, pois foi encomendada pela Academia Real Francesa de Pintura e Escultura para decorar sua sala de reuniões. A obra foi muito bem recebida pela crítica e pelo público em geral, tornando-se uma das obras mais famosas de Boucher e do rococó francês em geral.

Aspectos pouco conhecidos da pintura incluem o fato de Boucher ter usado sua esposa como modelo para a figura de Clio, e que a obra tenha sido interpretada como uma alegoria de criatividade e inspiração artística, bem como a importância da educação e da cultura em sociedade.

Em suma, a Alegoria da Pintura de François Boucher é uma obra-prima do rococó francês, caracterizada pela elegância, sensualidade e requinte. Sua composição equilibrada, cores suaves e história interessante fazem dela uma das obras mais importantes de seu tempo e um dos principais exemplos da arte francesa do século XVIII.

Visualizado recentemente